18 Poemas

<<

Quanto Sinto, Penso (11)

Severo narro. Quanto sinto, penso./ Palavras são idéias./ Múrmuro, o rio passa, e o que não passa,/ Que é nosso, não do rio./ Assim quisesse o verso: meu e alheio/ E por mim mesmo lido./ / Ricardo...

Com Palavras (12)

Com palavras me ergo em cada dia!/ Com palavras lavo, nas manhãs, o rosto/ e saio para a rua./ Com palavras - inaudíveis - grito/ para rasgar os risos que nos cercam./ Ah!, de palavras estamos todos ...

A Nossa Inteligência as Está Vendo (13)

A nossa inteligência as está vendo/ quando, da luz da sua rodeadas,/ criam a brisa pelo movimento/ com que entram para o espaço das palavras./ Por ora irem mensura ainda o tempo/ de aparecerem zonas ...

Antes do Nome (14)

Não me importa a palavra, esta corriqueira./ Quero é o esplêndido caos de onde emerge a sintaxe,/ os sítios escuros onde nasce o «de», o «aliás»,/ o «o», o «porém» e o «que», esta incompreensível/ mu...

Segunda Nota Explicativa (15)

Se uma palavra toca noutra ou mesmo sem tocar/ lhe queda próxima, põem-se as duas/ a dedilhar lembranças na ária/ da carne azada./ / Passa-se isto/ na poesia dos poetas e na linguagem/ da r...

Irmão (16)

Eu não fiz uma revolução./ Mas me fiz irmão de todas as revoluções./ Eu fiquei irmão de muitas coisas no mundo./ Irmão de uma certa camisa./ Uma certa camisa que era de um gesto de céu/ e com certo c...

A Borra (17)

Prefiro as palavras obscuras que moram nos/ fundos de uma cozinha – tipo borra, latas, cisco/ Do que as palavras que moram nos sodalícios –/ tipo excelência, conspícuo, majestade./ Também os meus alt...

Uso a Palavra para Compor Meus Silêncios (18)

Uso a palavra para compor meus silêncios./ Não gosto das palavras/ fatigadas de informar./ Dou mais respeito/ às que vivem de barriga no chão/ tipo água pedra sapo./ Entendo bem o sotaque das águas./...
<<

Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE