Publicidade

José Tolentino Mendonça

Portugal
n. 15 Dez 1965
Padre/Teólogo/Poeta

Publicidade

A Estrada Branca

Atravessei contigo a minuciosa tarde
deste-me a tua mão, a vida parecia
difícil de estabelecer acima do muro alto

folhas tremiam
ao invisível peso mais forte

Podia morrer por uma só dessas coisas
que trazemos sem que possam ser ditas:
astros cruzam-se numa velocidade que apavora
inamovíveis glaciares por fim se deslocam
e na única forma que tem de acompanhar-te
o meu coração bate

José Tolentino Mendonça, in 'A Estrada Branca'




Publicidade

Publicidade

Outros Poemas de José Tolentino Mendonça:

Publicidade

Facebook
José Saramago

Publicidade

Publicidade

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE