Header load Poemas - Sophia Andresen - Poemas / Poesia de Sophia Andresen - Citador
 
 
 

Sophia de Mello Breyner Andresen

Portugal
6 Nov 1919 // 2 Jul 2004
Poeta

25 Poemas

<< >>

Os Amigos (11)

Voltar ali onde/ A verde rebentação da vaga/ A espuma o nevoeiro o horizonte a praia/ Guardam intacta a impetuosa/ Juventude antiga -/ Mas como sem os amigos/ Sem a partilha o abraço a comunhão/ Resp...

Quando (12)

Quando o meu corpo apodrecer e eu for morta/ Continuará o jardim, o céu e o mar,/ E como hoje igualmente hão-de bailar/ As quatro estações à minha porta./ / Outros em Abril passarão no pomar/ Em que ...

Os Erros (13)

A confusão a fraude os erros cometidos/ A transparência perdida — o grito/ Que não conseguiu atravessar o opaco/ O limiar e o linear perdidos/ / Deverá tudo passar a ser passado/ Como projecto falhad...

A Paz sem Vencedor e sem Vencidos (14)

Dai-nos Senhor a paz que vos pedimos/ A paz sem vencedor e sem vencidos/ Que o tempo que nos deste seja um novo/ Recomeço de esperança e de justiça/ Dai-nos Senhor a paz que vos pedimos/ / A paz sem ...

Revolução (15)

Como casa limpa/ Como chão varrido/ Como porta aberta/ / Como puro início/ Como tempo novo/ Sem mancha nem vício/ / Como a voz do mar/ Interior de um povo/ / Como página em branco/ Onde o poema emerg...

As Pessoas Sensíveis (16)

As pessoas sensíveis não são capazes/ De matar galinhas/ Porém são capazes/ De comer galinhas/ / O dinheiro cheira a pobre e cheira/ À roupa do seu corpo/ Aquela roupa/ Que depois da chuva secou sobr...

Eis-me (17)

Eis-me/ Tendo-me despido de todos os meus mantos/ Tendo-me separado de adivinhos mágicos e deuses/ Para ficar sozinha ante o silêncio/ Ante o silêncio e o esplendor da tua face/ / Mas tu és de todos ...

Sua Beleza (18)

Sua beleza é total/ Tem a nítida esquadria de um Mantegna/ Porém como um Picasso de repente/ Desloca o visual/ / Seu torso lembra o respirar da vela/ Seu corpo é solar e frontal/ Sua beleza à força d...

Aqui (19)

Aqui, deposta enfim a minha imagem,/ Tudo o que é jogo e tudo o que é passagem,/ No interior das coisas canto nua./ / Aqui livre sou eu — eco da lua/ E dos jardins, os gestos recebidos/ E o tumulto d...

Liberdade (20)

O poema é/ A liberdade/ / Um poema não se programa/ Porém a disciplina/ — Sílaba por sílaba — / O acompanha/ / Sílaba por sílaba/ O poema emerge/ — Como se os deuses o dessem/ O fazemos/ / Sophi...
<< >>

Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE