Sophia de Mello Breyner Andresen

Portugal
6 Nov 1919 // 2 Jul 2004
Poeta

25 Poemas

>>

Para Atravessar Contigo o Deserto do Mundo (1)

Para atravessar contigo o deserto do mundo/ Para enfrentarmos juntos o terror da morte/ Para ver a verdade para perder o medo/ Ao lado dos teus passos caminhei/ / Por ti deixei meu reino meu segredo/...

Esta Gente (2)

Esta gente cujo rosto/ Às vezes luminoso/ E outras vezes tosco/ / Ora me lembra escravos/ Ora me lembra reis/ / Faz renascer meu gosto/ De luta e de combate/ Contra o abutre e a cobra/ O porco e o mi...

Apesar das Ruínas (3)

Apesar das ruínas e da morte,/ Onde sempre acabou cada ilusão,/ A força dos meus sonhos é tão forte,/ Que de tudo renasce a exaltação/ E nunca as minhas mãos ficam vazias./ / Sophia de Mello Breyn...

25 de Abril (4)

Esta é a madrugada que eu esperava/ O dia inicial inteiro e limpo/ Onde emergimos da noite e do silêncio/ E livres habitamos a substância do tempo/ / Sophia de Mello Breyner Andresen, in 'O Nome d...

Terror de Te Amar (5)

Terror de te amar num sítio tão frágil como o mundo/ / Mal de te amar neste lugar de imperfeição/ Onde tudo nos quebra e emudece/ Onde tudo nos mente e nos separa./ / Que nenhuma estrela queime o teu...

A Forma Justa (6)

Sei que seria possível construir o mundo justo/ As cidades poderiam ser claras e lavadas/ Pelo canto dos espaços e das fontes/ O céu o mar e a terra estão prontos/ A saciar a nossa fome do terrestre/...

Com Fúria e Raiva (7)

Com fúria e raiva acuso o demagogo/ E o seu capitalismo das palavras/ / Pois é preciso saber que a palavra é sagrada/ Que de longe muito longe um povo a trouxe/ E nela pôs sua alma confiada/ / De lon...

Che Guevara (8)

Contra ti se ergueu a prudência dos inteligentes e o arrojo/ [dos patetas/ A indecisão dos complicados e o primarismo/ Daqueles que c...

Pátria (9)

Por um país de pedra e vento duro/ Por um país de luz perfeita e clara/ Pelo negro da terra e pelo branco do muro/ / Pelos rostos de silêncio e de paciência/ Que a miséria longamente desenhou/ Rente ...

Assim o Amor (10)

Assim o amor/ Espantado meu olhar com teus cabelos/ Espantado meu olhar com teus cavalos/ E grandes praias fluidas avenidas/ Tardes que oscilam demoradas/ E um confuso rumor de obscuras vidas/ E o te...
>>

Facebook

Inspirações

Ser Melhor

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE