Publicidade

Judith Teixeira

Portugal
25 Jan 1880 // 17 Mai 1959
Escritora

Publicidade

Saudade

Segue-me noite e dia o teu desejo!...
Oiço a tua voz rúbida e cantante
Suplicar-me a carícia do meu beijo,
numa teima exigente e perturbante!

E o meu corpo vencido, dominado,
vai tombar doloroso, inconsciente,
sobre a lembrança morna do passado
- e fica-se a sonhar... perdidamente!

Judith Teixeira, in 'Antologia Poética'




Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook
Publicidade

Inspirações

Rirmos Juntos

Publicidade

© Copyright 2003-2021 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE