Publicidade

Eugénio de Andrade

Portugal
19 Jan 1923 // 13 Jun 2005
Poeta

Publicidade

Vastos Campos

Vou fazer-te uma confidência, talvez tenha já começado a envelhecer e o desejo, esse cão, ladra-me agora menos à porta. Nunca precisei de frequentar curandeiros da alma para saber como são vastos os campos do delírio. Agora vou sentar-me no jardim, estou cansado, setembro foi mês de venenosas claridades, mas esta noite, para minha alegria, a terra vai arder comigo. Até ao fim.

Eugénio de Andrade, in 'Poesia e Prosa [1940-1980]'




Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook
Publicidade

Inspirações

Amar e Ser Amado

Publicidade

© Copyright 2003-2021 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE