Publicidade

Manuel Bandeira

Brasil
19 Abr 1886 // 13 Out 1968
Poeta / Professor / Tradutor

Publicidade

Maçã

Por um lado te vejo como um seio murcho
Pelo outro como um ventre de cujo umbigo pende o cordão
   [placentário

És vermelha como o amor divino

Dentro de ti em pequenas pevides
Palpita a vida prodigiosa
Infinitamente

E quedas tão simples
Ao lado de um talher
Num quarto pobre de hotel.

Manuel Bandeira, in 'Poesia Completa e Prosa, Rio de Janeiro, 1986'




Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook
Publicidade

Publicidade

© Copyright 2003-2021 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE